Prosseguindo a série de Dicas Sierra Guinchos, o segundo post Dicas Sierra Guinchos: Cuidado com a pane seca a exemplo do primeiro, foi muito bem aceito e de ultra valia as informações disponíveis.

Para o mês de junho, vamos dar a dicas sobre a troca de óleo lubrificante do veículo, um item muito importante para manutenção/conservação do veículo, sem a devida troca do óleo lubrificante, o veículo fica suscetível a ter uma pane repentina sem chance de conserto imediato, levando assim a uma retifica do motor ou troca total, dependendo do estrago. Resumindo fica bem mais caro que fazer a troca regulamente do óleo lubrificante.

Para que serve a troca de óleo lubrificante?

troca-de-oleo

O óleo do motor possui algumas funções básicas que provam porque ele é essencial para garantir o bom funcionamento do seu veículo. Fundamentalmente, o óleo tem como função primária lubrificar as partes do motor, diminuindo o atrito e evitando problemas como o desgaste excessivo, evitando assim o desgaste total das peças. A troca de óleo é considerada como indispensável ao bom funcionamento do veículo e à sua longevidade. Para simplificar, a troca de óleo serve para mudar o óleo do motor, permitindo, assim, uma melhor lubrificação. Circulando pelos componentes internos do motor, o óleo reduz o atrito das peças metálicas móveis entre si, o que poderia, com o tempo provocar uma degradação e estragar todo o motor. Essa lubrificação ajuda também a remover as impurezas que se encontram no motor, como partículas metálicas e sujeiras advindas da queima do combustível. Enfim, o óleo protege o sistema contra corrosão e oxidação. É um elemento indispensável para a saúde do motor e sua durabilidade. Fazendo uma comparação, funciona como o sangue em nossas veias e o óleo assim como o mesmo precisa ser renovado.

Quando devo checar a troca de óleo do veículo?

images

Ao menos uma vez ao mês ou a cada 1000 KM rodados, verifique a quantidade de óleo motor no seu veículo através da vareta de óleo, a sua localização está explicita no motor ou se tiver dúvidas, procure o manual de seu veículo, controle o nível sempre com o motor frio. Uma ótima dica é verificar também toda vez que for viajar e sempre faça as trocas de acordo com as recomendações do fabricante de seu veículo e do óleo motor. Usando a vareta de medição, você também poderá verificar a cor e textura do óleo e analisar se está na hora de trocá-lo. Ao retirar a vareta, coloque-a sobre um papel toalha para observar a coloração: se o lubrificante estiver preto ou marrom, significa que está na hora de trocá-lo. O mesmo também vale para a textura; se ela estiver espessa, o óleo deverá ser trocado. Uma outra forma para troca, é o prazo de validade do óleo a partir de sua fabricação, é preciso ficar atento também ao tempo do lubrificante em contato com o motor. Geralmente, esse prazo é de um ano. Depois disso, o óleo tende a oxidar e a danificar peças, o que reduz a vida útil do motor e aumenta o consumo de combustível.

Posso colocar qualquer tipo de óleo no meu veículo?

g_d06852602abceb14b95abbc0ba8ec64d

Existem vários tipos e marcas de óleos motores no mercado e cada fabricante tem a sua especificação a cada modelo de veículo, por exemplo, um óleo de um determinado veículo modelo 1.0 de um fabricante não serve para o um outro modelo 1.0 de outro determinado fabricante, ou seja, cada veículo tem sua própria especificação, descrita no manual. Ao adquirir um óleo mais barato ou não recomendado para seu veículo,você estará adquirindo um produto com menor desenvolvimento tecnológico. Independente da marca e fabricante, existem dois tipos de óleos lubrificantes principais, sintéticos e mineral, a diferença entre eles, vai bem além do nome, o óleo sintético por exemplo produzido a partir da mistura de óleos básicos sintéticos e aditivos. A palavra “sintético” indica que houve manipulação de empresas para tornar o óleo mais aprimorado que os minerais e semissintéticos. É um tipo de produto que costuma responder muito bem às chamadas “condições severas de uso”. Em relação à durabilidade, os óleos sintéticos costumam ter composição química sofisticada, proporcionando menos oxidação às peças lubrificadas. O óleo mineral é produzido por meio de uma combinação de aditivos e óleos básicos obtidos pelo refino do petróleo. Eles não são tão desenvolvidos quantos os sintéticos e semissintéticos, embora ainda sejam o produto mais comum e tradicional do mercado. Não é recomendado misturar os dois tipos de óleos ou óleos de diferentes marcas e fabricantes, pois os seus componentes podem ser anulados, devido a mistura, causando assim a falta de lubrificação.

Toda vez que trocar o óleo, tenho que trocar o filtro?

índice

Além do óleo, devemos ficar atentos ao filtro de óleo. A função do filtro de óleo, é eliminar partículas de metal que são geradas pela fricção das peças dos motores. O contato das peças do motor, como os pistões, podem gerar impurezas muito nocivas ao bom funcionamento do motor. Aí entra a importância do filtro de óleo. Antes aconselhava-se a troca do filtro a cada duas ou três trocas de óleo, mas hoje, as principais montadoras indicam a troca sempre junto com a troca de óleo. E realmente é o mais indicado, pois as novas tecnologias aplicadas aos motores geram mais atrito e calor, gerando maior quantidade de impurezas, além claro que trocando o filtro sempre com a troca do óleo, você evita a contaminação do novo óleo pelo antigo, prolongando a vida útil do óleo.

Onde posso trocar o óleo do meu veículo?

elevacar-elevador-automotivo-ptf-troca-oleo-farimaq-D_NQ_NP_568401-MLB20328549475_062015-O

Existem várias empresas e oficinas que realizam o serviço de troca de óleo lubrificante, fique sempre atento as credenciais e se estão autorizadas, procure locais indicados por amigos ou com profissionais treinados e qualificados. O barato sempre sai caro, trocar o óleo de seu veículo em qualquer lugar sem referências e indicações pode resultar em um problema bem maior que a economia.

Seguindo as dicas da Sierra Guinchos fica mais fácil manter a manutenção do carro em dia, não é mesmo? Trocar o óleo do veículo pode ser uma tarefa simples, basta verificar regularmente o nível e as condições do lubrificante e do filtro para evitar problemas futuros no sistema mecânico do veículo.

Todos os meses voltaremos com mais Dicas Sierra Guinchos.

Sierra Guinchos – Nós cuidamos com você.