A educação no trânsito não se limita apenas as regras de circulação, é extremamente importante contribuir, pois formarmos cidadãos responsáveis, autônomos, comprometidos com a preservação da vida.

Mas temos uma pergunta, você faz alguma coisa para evitar acidentes?

O fator humano (humano-condutor, humano-pedestre) tem uma participação significativa como agente causador dos acidentes, o álcool e as demais drogas causam reações que modificam o comportamento das pessoas, comprometendo a sua atenção e retardando seus reflexos e sua capacidade de raciocínio. Isso nós sabemos, mas vem cá, o que devemos fazer para manter a boa educação no trânsito?

Fazer a nossa parte: muitas vidas seriam poupadas se o causador de um acidente tivesse colocado em prática o que  todos  nós estamos cansados de saber: não beber antes de dirigir, revisar o veículo periodicamente, não ultrapassar em lugares proibidos e respeitar os limites de velocidade. Essas são ações geradoras  de mais segurança e melhor qualidade de vida!

Bom caminho.

 

Capa - Sierra